Publicações

CRÔNICA – TEMPOS DE MUDANÇA

 
Amigos virtuais, números em um contador, pessoas reais em mundos digitais, dia curto, tempo escasso, chefe, trânsito, trabalho...
Estresse, isolamento, horários, obrigações demais. Quase não do tempo de ajudar o amigo que está do lado, aquele que está ali, diante dos seus olhos
 Mas os olhos...
Ah os olhos Esses estão todos cobertos por celulares.
 Bom, certo dia alguém com vontade de mudança tirou o aparelho da frente e olhou. Viu o que estava em volta Foi correndo para avisar os demais que se não houver consciência e compaixão ninguém sairá do lugar e o amigo vai perecer no chão.
Precisamos nos livrar das amarras que prendem nossa visão, precisamos nos lembrar qual é nosso propósito. Sem um sentido claro de propósito ninguém pode prosseguir precisamos lembrar os que estão em volta de nós o propósito deles. Por que uma vida sem propósito é uma vida de olhos fechados onde ninguém se ajuda e vivem sempre tão ocupado de coisas banais.
E você qual o seu propósito?
 
Átila Bernardes