ATLECA

Publicações

PERGUNTAR NÃO OFENDE

Como cidadã consciente, tenho acompanhado os debates entre os candidatos à presidência da República – o que, diga-se de passagem, não tem sido minimamente agradável. A começar pelo formato dos (des)encontros, com regras rígidas e tempo engessado. Isso sem falar na insistência em temas de pouca relevância para o País.